Polímeros e microplásticos

microplastics-hero-shot-1024.jpg

Para que servem?

Polímeros podem ser naturais ou sintéticos. Polímeros naturais são essenciais para todo tipo de vida. Essas grandes moléculas incluem coisas como DNA e amido, e são formadas por longas cadeias de ligações repetidas idênticas de moléculas menores. Os polímeros sintéticos podem imitar os encontrados na natureza, atuando como blocos de construção que podem ser agrupados para criar novas formas que produzem ingredientes com uma ampla variedade de características.

Tanto os polímeros naturais quanto os sintéticos são usados em produtos para cuidados pessoais. Alguns são usados para adicionar uma sensação macia e sedosa aos cosméticos ou pós soltos; para ajudar produtos como protetores solares a aderir à pele; para melhorar a textura de produtos com enxague, como sabonete e xampu; ou em produtos antienvelhecimento, para reduzir a aparência de rugas.

A maioria dos polímeros tem forma de líquidos, ceras ou géis, nem todos os polímeros são plásticos. Outras partículas plásticas, comumente chamadas de "microplásticos", são o resultado de plásticos maiores que se quebram no ambiente ou são criados para uma finalidade específica, como esfoliação em produtos de cuidado com a pele. Em 2017, removemos proativamente esses esfoliantes de microplástico em todo o mundo.

Qual a nossa posição?

Sobre polímeros
É muito importante observar que nem todos os polímeros são plásticos. Na verdade, tanto os polímeros naturais quanto os sintéticos podem ter perfis ambientais seguros. Polímeros não plásticos são ingredientes versáteis que melhoram muito suas experiências com muitos produtos para cuidados pessoais, alimentação e farmacêuticos. Apoiamos o uso de polímeros sintéticos e naturais não plásticos e acreditamos que eles devem ser avaliados individualmente para evitar categorizar ingredientes ambientalmente seguros como poluentes.

Sobre microplásticos
Nosso compromisso com a segurança e cuidados significa que aperfeiçoamos continuamente nossas políticas e produtos para refletir não apenas as descobertas científicas mais recentes e os novos regulamentos, mas também as preferências dos consumidores de uma forma cientificamente embasada.

Reconhecemos suas preocupações e também nos preocupamos com ingredientes de plástico e microplástico no meio ambiente.  Estamos no processo de avaliação da segurança ambiental de todos os nossos ingredientes poliméricos e desenvolvemos recomendações com base em dados científicos sólidos. Estamos trabalhando ativamente com associações comerciais para apoiar tomadas de decisões e definições de políticas com base científica sobre essa categoria de ingredientes.

O que NÃO usamos?

Nosso objetivo é dar a você a tranquilidade de saber que nossos produtos são bons para uso pessoal e para o meio ambiente. Com isso em mente, fomos pioneiros no setor de cuidados pessoais ao nos comprometermos voluntariamente a remover microesferas de nossos produtos em todo o mundo em 2013. Nós apoiamos a Lei Microbead-Free Waters de 2015, que baniu microesferas de plásticos, e em 2017, concluímos nossa reformulação global, como prometido.

Além disso, proibimos o uso de vários outros ingredientes plásticos no desenvolvimento de novos produtos:  PTFE, PMMA, nylon-12 (e outros ingredientes de nylon), poliuretano, polietileno, polietileno oxidado, óxido de polietileno, politereftalato de etileno (PET), polipropileno, politereftalato de propileno e crosspolímero de metil metacrilato.

Ainda temos alguns produtos antigos que contêm PTFE, PMMA, nylon-12 e poliuretano, e estamos ativamente desenvolvendo substitutos que atendam aos nossos altos padrões de saúde humana e ambiental.